Dê um Play na Vida Logotipo Rádio Vida FM 96.5

A Bíblia

Origem da Palavra

A palavra Bíblia vem do grego “biblos” e significa Livros, ou coleção de Livros. A Bíblia Sagrada seria, portanto, uma Coleção de Livros Sagrados.

Divisão

A Bíblia é dividida em duas partes: Antigo Testamento (com 39 livros) onde podemos conhecer os livros históricos, que narram a história da criação do mundo e do povo de Israel, desde o princípio da história da humanidade; e também os livros poéticos e os livros proféticos. A segunda parte, é o Novo Testamento (com 27 livros), onde podemos conhecer a história de Jesus Cristo, de seu nascimento até sua morte e ressurreição; os atos dos apóstolos após Sua Ascenção; a conversão de Paulo e, entre outras cartas gerais,  as muitas cartas que Paulo escreveu em sua trajetória como Apóstolo, orientando os cristãos de seu tempo. Encontramos também as profecias finais em Apocalipse. A palavra Testamento vem do hebraico “berith” e significa pacto, aliança. Portanto, nesta divisão da Bíblia em duas partes, revela-se, no Antigo Testamento, a Antiga Aliança de Deus com o povo de Israel no Monte Sinai, e, no Novo Testamento, a Nova Aliança que Deus fez com o mundo através de Jesus Cristo.

Tradução em Língua Portuguesa

Em língua portuguesa, a tradução mais fidedigna ao texto original que temos, é a de João Ferreira de Almeida, que, em 1679, concluiu a Tradução do Novo Testamento. Após esta data, prosseguiu em seu trabalho fazendo a tradução do Antigo Testamento até 1691, ano em que ocorreu seu falecimento. O holandês Jacobus Op Den Akker foi quem em 1748 deu continuidade ao trabalho de tradução do Antigo Testamento. Concluiu a tradução do Antigo Testamento iniciada por João Ferreira de Almeida, no ano de 1753, ano em que foi publicada a primeira tradução completa da Bíblia Sagrada. A Tradução de João Ferreira de Almeida Fiel, é, possivelmente, a mais fidedigna tradução em língua portuguesa que temos.

O Livro mais vendido de todos os tempos

A Bíblia é o livro mais vendido de todos os tempos. Desde a invenção da imprensa de Gutemberg, em meados de 1455, que fazendo uso de prensas móveis conseguiu tornar mais fácil a reprodução de um texto que antes era feita manualmente, estima-se que tenham sido vendidas mais de 6 bilhões de cópias ao redor do mundo, dia após dia, ano após ano, levando as pessoas a conhecerem a história e o Deus da história, sempre se revelando disposto a caminhar com a humanidade no presente e no porvir, mas, permitindo que cada pessoa faça sua própria escolha, de estar perto ou longe do caminho que Ele descreve e espera seja a escolha de cada um de nós, ao longo de nossa trajetória de vida.

Um Manual de sobrevivência

Na Bíblia encontramos muitos ensinamentos e orientações para o bem viver. É através dela que podemos observar como Deus age, como ele reage às ações humanas, o que Ele espera de cada um de nós. É um verdadeiro manual de sobrevivência no mundo caótico e de conflitos. Nela somos levados a entender a necessidade de um bom relacionamento com Deus, de amarmos ao próximo, de fazermos o bem, de valorizarmos a família, os pais, os filhos, e contribuir para que o mundo se torne um lugar melhor para se viver, onde o amor a Deus se reflete no amor à humanidade, e nossas ações tornam-se elementos transformadores do mundo ao redor, e Deus uma presença constante em cada momento da vida, em cada instante de nossa história, em cada dia em que bate o coração.

Por que valorizar e ler a Bíblia?

Porque nela encontramos respostas para o ontem, para o amanhã, e para o eternamente;  e, naquilo que faltar de respostas em nossas indagações, somos levados a entender que são temas onde devemos ter fé e descansar em Deus. Porque voltar os olhos para ela, é voltar os olhos para o Deus criador. Porque mais do que um livro de memórias, mais do que um livro de histórias, é um livro que nos permite conhecer a Deus em suas particularidades, em seu amor, em sua Graça, em seu desejo de ser o Amigo, o Senhor, e o Pai, de cada um de nós, em todo tempo, em todos os dias.

LEIA A BÍBLIA

Curiosidade

Os livros bíblicos em sua versão original, não possuíam divisão em capítulos e versículos. Cada livro era um texto longo, sem divisões. Para facilitar sua leitura e localização dos textos e conteúdo, no ano de 1227, o inglês Stephen Langton a dividiu em capítulos; e, em 1553, o tipógrafo francês Robert Stephanus dividiu e a publicou com a divisão também em versículos.

 

Rádio Vida FM Ltda

Família Apolinario




Fotos Históricas.

.

Algumas fotos de como eram as bíblias antigamente.

BAIXE O APP
DA RÁDIO VIDA FM

youtube.com/eutonavida facebook.com/eutonavida instagram.com/eutonavida